A partir de uma experiência real, o autor, pernambucano, incursiona pelo inconsciente coletivo do povo brasileiro, em uma narrativa romanesca construída na primeira pessoa.

[ Jornal do Brasil, Colunas Idéias, 30.07.1988 ]